Em: 8 de fevereiro de 2015 Por: Administrador

Há muitas pessoas que precisam de você. Sua atenção, sua palavra e seu apoio podem ajudar a mudar outras vidas.

Temos uma tendência de esperar pelo apoio e atenção dos outros. Somos por natureza egoístas. Desejamos e esperamos que as outras pessoas nos favoreçam. Mas será que o cristianismo deve cultivar essa forma de pensamento? Evidentemente que não. Os ensinos do Novo Testamento vão na direção contrária.

Já destacamos que uma das formas de servir é por meio das nossas ofertas e dízimos, afinal, os recursos financeiros possibilitam o sustento e avanço da obra de Deus.

Mas podemos servir com nossas palavras e gestos de apoio. Daí uma pergunta: suas palavras vêm ajudando ou atrapalhando outras pessoas?

A cada dia precisamos colocar nossos lábios a serviço do Senhor. Pedir a Deus que use nossas palavras para comunicar o evangelho, para edificar as pessoas, para dar bons conselhos, consolar e animar.

Que coisa triste é cultivar o hábito de proferir más palavras. Quando convivemos com os outros sem a preocupação de evitar isso, acabamos por servir para destruir, em lugar de edificar.

Sirva ao Senhor e aos outros por meio de suas palavras e atitudes. A bíblia diz: a palavra proferida no tempo certo é como frutas de ouro incrustadas numa escultura de prata (Provérbios 25.11). Ainda no livro de Provérbios encontramos: as palavras agradáveis são como favo de mel, são doces para a alma e trazem cura para os ossos (Provérbios 16.24).

Sirva aos outros com suas palavras. Sirva ao Senhor com seus lábios. Profira palavras que edifiquem aos outros e exaltem a Deus.

Em Cristo
Pr. João Emílio

Desenvolvido por